Panorama do Cinema Baiano

Contribuindo para a preservação da memória cinematográfica e audiovisual do estado, o Panorama do Cinema Baiano é uma importante ferramenta para estudantes, pesquisadores, historiadores, cineclubistas e outros públicos interessados em conhecer mais a respeito da história do cinema feito na Bahia. O livro traça uma linha histórica sobre o desenvolvimento deste setor, focalizando aspectos ligados à produção, exibição e crítica. A edição, ainda datilografada, da obra Panorama do Cinema Baiano foi lançada em 4 de junho de 1976, por autoria do crítico de cinema, professor e pesquisador de notória especialização na área do audiovisual, André Olivieri Setaro. Ele fez uma revisão das informações referentes ao período 1910-1976 e inseriu novos textos, sobretudo críticas de cinema, que relatam a produção audiovisual da Bahia no período que vai de 1976 aos tempos atuais.

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), através da Diretoria de Audiovisual (DIMAS), realizou o lançamento virtual da segunda edição da obra, reeditada em versão revista e ampliada, disponível gratuitamente para leitura online (link http://www.dimas.ba.gov.br/novosite/panorama_do_cinema_baiano/index.html). Essa segunda edição foi posteriormente lançada em versão impressa dentro da Série Crítica das Artes, coleção integrante do Programa de Incentivo à Crítica de Artes, que objetiva promover a difusão de conteúdo sobre o tema, inclusive no resgate de produções de profissionais notórios no campo.




Recomendar esta página via e-mail: