Notícias

29/06/2021 09:30

#Fazcultura - Websérie baiana Punho Negro será lançada no próximo dia 2 de julho

foto: Divulgação

 

Maria Felipa, Joana Angélica e Maria Quitéria são heroínas da independência da Bahia. Lutando para se libertar dos portugueses, costureiras, esposas, mães, filhas, negras ganhadeiras batalharam por libertação. Cerca de 200 anos depois as mulheres ainda seguem lutando. Casada e mãe de dois filhos, uma heroína negra é a protagonista da websérie Punho Negro, que será lançada no dia 02 de julho, às 19h, no Youtube www.youtube.com/punhonegro.

 

Em cinco episódios, um por semana, mais uma vez Punho Negro traz a representatividade e discute as pressões sociais que a mulher sofre no dia a dia. Além dos vídeos, acontecerão dez oficinas com tema "Filma AÊ - Por uma produção audiovisual sem limite", ministradas aos sábados, de forma online e gratuitas, pelo Coletivo Êpa Filmes. 

 

Seguindo os protocolos de segurança, na nova temporada, a heroína mostra que as dificuldades estão maiores com a pandemia. A nova temporada reforça a questão da família, com integrantes mais unidos. A série traz uma protagonista diferente para o universo dos heróis, majoritariamente masculino e branco. Nela, Tereza é uma mulher que passa o dia enfrentando vilões ao se transformar na justiceira Punho Negro, mas ser uma heroína e ter super força não elimina as cobranças para cuidar da casa, do marido e dos filhos.

 

No seu dia-a-dia, Tereza precisa conciliar sua carreira de heroína com os desafios da vida pessoal. De forma cômica e leve, a websérie aborda o universo dos super-heróis com um olhar crítico, levantando questões e problemas que são comuns ao cotidiano de muitas mulheres. A tecnologia é muito presente nesta fase da websérie, como tem sido usada no dia a dia pandêmico, com vídeo chamadas e demandas à heroína via aplicativo. 

 

Em 2018, a Websérie foi selecionada para a quarta edição do Rio WebFest, o maior festival de webséries do Hemisfério Sul, concorrendo a três categorias: Melhor Ideia Original, Melhor Atriz de Ação e Júri Popular. Sendo vencedora do prêmio de Melhor Ideia. 

 

A segunda temporada da websérie Punho Negro, um projeto do Coletivo Êpa Filmes e realização da Mil Produções Artísticas, tem apoio da Oi Futuro e Patrocínio da Oi e do Governo do Estado, por meio do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

 

FAZCULTURA - Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.