Notícias

07/04/2021 13:40

#AldirBlanc - Obra cênica "Desassossego", do projeto Interiores, estreia 8 de abril no youtube

foto: Divulgação

 

"Desassossego" (em processo) é uma obra cênica híbrida, apresentada em formato de vídeo. É uma das etapas de compartilhamento artístico do projeto "Interiores". Traz  os elementos da natureza como propulsores de imagens e sensações capazes de ampliar cada vez mais os sentidos corporais.

Um misto entre poesias e paisagens que perpassam o corpo de uma atriz e adentram o universo interior de quem assiste, propondo reflexão, encantamento e sutileza na fruição de escritos de seu diário de bordo e livre adaptação de poesias do poeta Fernando Pessoa e seus heterônimos: Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Bernardo Soares.

De onde venho? Para onde vou? Que parte me cabe neste todo? Como existir de forma menos nociva neste planeta? Qual é o sentido dessa existência? São algumas questões que motivaram a criação de "Desassossego" e ainda reverberam. Um corpo que busca viver em “estado de poesia”. Uma obra sensível, que evidencia a beleza e profundidade poética das paisagens  do munícipio de Uibaí no interior da Bahia, lugar de forte herança cultural indígena e africana.

A direção artística, roteiro e atuação são assinadas por Uerla Cardoso. Assistência de direção e edição são de Kalil Albergaria. Uma realização do Núcleo Corpo em Desassossego, Coletivo Âmbar e Grupo Teatro SEU.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

SERVIÇO:
Exibição pelo canal "Corpo em Desassossego" do YouTube
Data: 8, 9 e 10 de abril
Horário: 18:00 horas
Acesse esse link no dia e hora marcada: https://www.youtube.com/watch?v=_XWEHW4MCvk
Link do canal "Corpo em desassossego": https://www.youtube.com/channel/UC7CCdycY1MzKHYn1r-Xa5zQ
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.