Notícias

03/11/2020 18:10

#CalendárioDasArtes - Projeto "Ofício de Carranqueiro" é um dos selecionados para produzir conteúdo audiovisual

foto: Divulgação

Com objetivo de incentivar e estimular a produção, criação e fruição das artes através das plataformas digitais, artistas de todo o estado foram selecionados para participar da 8ª edição do Calendário das Artes. No total, 200 propostas artísticas foram selecionadas pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) para participar da premiação. O projeto Ofício de Carranqueiro é um dos selecionados do macroterritório 5.

Dirigido e produzido por Neilson Silva, conhecido como, Pinta Silva, 36 anos, natural de Ibotirama, interior da Bahia, ele vai executar uma série com quatro produções audiovisuais apresentando seus trabalhos. "O primeiro vídeo mostra todo trabalho que já produzi até agora, através de fotos e vídeos. A partir do segundo vídeo explico sobre as ferramentas e manuseio das mesmas em seu uso correto. O terceiro vídeo é sobre a preparação das madeiras para talhar, e fecho a última produção abordando o acabamento das peças, e é onde relato também uma breve biografia", relata.

 

foto: DivulgaçãoDesde a infância, Neilson se interessava pelas artes, sendo assim, começou a fazer seus primeiros rabiscos. "Com mais ou menos 10 ou 12 anos, comecei a talhar madeira, foi quando recebi minhas primeiras cicatrizes, no entanto, os cortes nunca me fizeram desistir", reflete o artista ao lembrar dos momentos.

Com o tempo ele começou a desenvolver, aprimorar e manusear as ferramentas com mais cautela e cuidado. "Hoje em dia, tenho mais prática. A perfeição é um processo lento pra  matéria evoluir. Só alcança aqueles que persistem, insistem e não desistem nunca", anima Pinta Silva.

Todas as propostas do Calendário das Artes se dividem entre as linguagens: Audiovisual, Artes Visuais, Circo, Dança, Literatura, Teatro, Música e Artes Integradas (propostas que envolvem mais de uma destas áreas artísticas). O valor total de recursos para o edital é de R$ 500 mil.

As produções artísticas premiadas serão publicadas primeiramente no canal do Youtube da FUNCEB, bem como poderão ser publicadas nas plataformas virtuais da Secult, com o intuito de construir uma rede transversal entre os conteúdos digitais, potencializando as audiências dos produtos artísticos, contribuindo para maior difusão dos mesmos.


ACESSE AQUI A PRODUÇÃO!


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.