Notícias

08/08/2020 19:20

#NotadePesar - Fundação Cultural lamenta falecimento da atriz baiana, Chica Xavier

Foto: Divulgalção

A Fundação Cultural do Estado da Bahia lamenta o falecimento, neste sábado (8/8), da atriz Chica Xavier, conhecida por sua atuação em novelas como "Sinhá Moça" e "Renascer", na Rede Globo. Nascida em Salvador em 22 de janeiro de 1932, ela tinha 88 anos e lutava contra um câncer no pulmão, no Rio de Janeiro, onde morava. Uma grande voz para artistas negros e negras na TV, Chica explorou o Teatro, o cinema e a TV em tempos difíceis para atrizes e atores negros na arte dramática. Estreou no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, em 1956, com a montagem "Orfeu da Conceição".


No cinema, participou de produções memoráveis, como "Assalto ao Trem Pagador" (1962). Na Tv brilhou, ainda, em "A Cabana do Pai Tomás" (1969), "O Rei do gado",  "Os Ossos do Barão" (1973) e "Dancin'Days" (1978), dentre outras grandes atuações.  Seu último papel foi na novela "Cheias de Charme". Chica acumula grandes trabalhos, passando pela Globo, Band, Manchete e TV Excelsior.


Um ícone da dramaturgia negra brasileira, Chica Xavier deixa seu legado de luta, resistência e beleza em cada uma de suas atuações, que ficarão na memória de brasileiros e brasileiras. Foram 30 novelas e 11 filmes nos mais de 60 anos de carreira de Francisca Xavier Queiroz de Jesus, uma trajetória de inegável talento e coragem. Ela deixa três filhos e três netos.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.