Notícias

13/05/2019 09:40

Ópera Rock baiana apresenta versão alternativa para a origem do homem

anu
"Anunnaki ": animação de Fabrício Barretto resgata narrativa da primeira civilização humana conhecida

Com música da banda Mensageiros do Vento, a animação baiana "Anunnaki" ganha exibição especial na Sala Walter da Silveira, no dia 18 de maio (sábado), às 17h30, com entrada gratuita. Trata-se de uma ópera rock livremente inspirada nas traduções das tabuletas de argila da Suméria, a primeira civilização humana conhecida.

O filme conta a saga dos Anunnaki, "aqueles que do céu para a terra vieram". Vindos de Nibiru, os Anunnaki buscam o ouro da Terra para solucionar o desequilíbrio na atmosfera de seu planeta natal. E assim criam a espécie humana, ao misturar seus genes a uma raça nativa, com o objetivo de obter trabalhadores para as minas de ouro. Então uma nova aproximação de Nibiru provoca um dilúvio que quase extermina a humanidade, que logo em seguida enfrenta outro grave perigo: disputas de poder entre os Anunnaki, culminando na deflagração de armas nucleares.

O longa metragem (90 min), foi lançado com grande êxito em setembro de 2016, com patrocínio do Fundo de Cultura (SECULT/BA). A animação teve exibição no Espaço Itaú de Cinema (Cine Glauber Rocha) e rendeu diversas reportagens nas TVs e jornais baianos, além de matérias elogiosas em sites do mundo inteiro, nos mais diversos idiomas: inglês, espanhol, francês, italiano, russo, chinês e polonês, entre outros. Disponibilizadas na Internet, as 28 músicas ou episódios que compõem a ópera rock animada já totalizam mais de dois milhões de visualizações no YouTube.

Gênesis

A obra vem despertando tanto interesse devido à ousada proposta de contar uma versão alternativa para a origem do homem através de um musical em animação. A história do filme é inspirada nos estudos de Zecharia Sitchin e de outros pesquisadores da Suméria e dos Anunnaki. As tabuletas sumérias representam o mais antigo registro histórico conhecido, sendo anteriores em no mínimo 2.000 anos aos livros do Pentateuco ou Torá, os cinco primeiros livros da Bíblia. E é por isso que a trama contada nas tabuletas sumérias é tão intrigante e desafiadora, pois é semelhante até os mínimos detalhes às narrativas da criação do homem e do dilúvio contidas no livro do Gênesis, contudo com uma perturbadora diferença: a humanidade teria sido criada à imagem e semelhança de seres extraterrestres.

O filme foi dirigido e teve todos os desenhos e animações feitos por Fabrício Barretto. O roteiro, as músicas e letras foram feitas por Fabrício juntamente com seu irmão Fabio Shiva. Esta dupla de compositores foi responsável por outra ópera rock marcante: o álbum "VIDA - The Play of Change" (2002), da banda Imago Mortis, lançado internacionalmente e considerado um dos melhores discos de heavy metal já gravados no Brasil.

Serviço
"Anunnaki-Mensageiros do Vento", ópera rock em animação, na Sala Walter da Silveira, dia 18 de maio (sábado), às 17h30. Sessão com entrada gratuita.

Onde
Sala Walter da Silveira - Rua General Labatut, nº 27 - subsolo da Biblioteca Pública dos Barris. Fone: 3116-8124.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.