Notícias

16/04/2018 09:30

Cine Horror traz à Sala Walter filmes do ''herdeiro'' de Zé do Caixão

.
Cineasta capixaba é um dos principais nomes da nova geração do cinema de horror brasileiro (Foto: Divulgação)

Apontado como o sucessor de José Mojica Marins, o eterno Zé do Caixão, o capixaba Rodrigo Aragão é um dos grandes expoentes do horror nacional.  E o público de Salvador vai poder atestar isso, entre os dias 19 e 25 de abril, durante a mostra que o Grupo Cine Horror traz à cidade.

Parte das atividades que antecedem a terceira edição do principal festival de cinema fantástico do Norte e Nordeste (marcada para outubro); o evento reúne os principais trabalhos de Aragão: os três longas-metragens - ''Mangue negro'' (2008), ''A Noite do Chupacabras'' (2011), ''Mar Negro'' (2013) - além de ''As Fábulas Negras'' (2014), uma espécie de antologia do renovado terror brasileiro, que inclui os nomes da geração mais recente, como Joel Caetano, Peter Baiestoff e o próprio Rodrigo, ao patrono do gênero no País, Marins.

Estilo bem brasileiro

A despeito da boa repercussão internacional das suas produções de baixo orçamento, sempre recheadas de criatividade e muito gore, Aragão continua ignorado pelo grande público, inclusive nos círculos de apreciadores do horror no Brasil. Premiados no Mórbido Festival (MEX) e no Rojo Sangre (ARG), seus filmes já foram exibidos em diversos festivais nos EUA, México, Grécia, Holanda, Chile, Alemanha e Lituânia, entre vários outros países. ''Mangue Negro'', por sinal, no exterior, ganhou até edição em DVD e ''Mar Negro'' saiu em Blu-Ray.

Suas obras evidenciam um estilo bem brasileiro, que  incorpora o imaginário e a paisagem, sobretudo, do interior do Espírito Santo, para fazer emergir situações e seres inusitados: desde uma invasão de zumbis, fantasmas, até a contaminação biológica, inserindo, em meio aos códigos do gênero fantástico (muito sangue e excelentes efeitos especiais), também uma critica socioambiental.

Outros diretores participam de seus filmes, numa sempre bem vinda cooperação, seja atuando, ou codirigindo, como na coletânea de antologias ''As Fábulas Negras''.  O paulista Joel Caetano, por exemplo, não esconde sua admiração pelo realizador capixaba.  ''Esse projeto foi muito especial, ali pude conhecer o aspecto produtor executivo do Rodrigo que,  além das incríveis maquiagens, cuidava dos bastidores (ao lado de Mayra Alarcón) para que tudo corresse perfeitamente para cada diretor. Estive nas filmagens de dois segmentos, o meu, 'A loira do Banheiro', é claro; e 'O Saci', no qual pude trabalhar como assistente de direção do Mojica - um dos momentos mais incríveis da minha carreira. O Rodrigo nos deu liberdade total para que cada um conseguisse imprimir sua marca nos curtas, nos deixando a vontade para conduzirmos a história da forma que desejávamos'', contextualiza Caetano.

Aliás, como menciona o cineasta paulistano, a oficina de efeitos especiais de Aragão é reconhecida nacionalmente. Desde maquiagens até mecatrônicos, Rodrigo experimenta e usa de tudo. E os projetos não param: ele já se prepara para lançar o filme ''Mata Negra'', finalizado em 2017. Enquanto começa a produção de mais um longa, Aragão está participando de uma grande produção, uma adaptação do quadrinho ''O Doutrinador''.

''A paixão do Rodrigo Aragão pelo cinema fantástico é uma inspiração para todos gostam e que um dia pensaram em fazer cinema de gênero no Brasil'', resume o amigo e colaborador Caetano.

Serviço
Mostra ''As Fábulas Negras de Rodrigo Aragão'', de 19 a 25 de abril, na Sala Walter da Silveira (Rua General Labatut, n 27 subsolo da Biblioteca Pública dos Barris - Fone: 3116-8120). Sessões sempre às 17h. Entrada franca.

Realização: Pig Arts e Gore Bahia. Apoio: Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), através da sua Diretoria de Audiovisual (DIMAS)


Confira programação
Dia 19/04

17h
Mangue Negro (Brasil, 2008)
Direção: Rodrigo Aragão
Roteiro: Rodrigo Aragão
Produção: Rodrigo Aragão
Elenco: Ricardo Araújo, Kika de Oliveira, Walderrama Dos Santos, Markus Konká, André Lobo, Antônio Lâmego, Maurício Ribeiro, Reginaldo Secundo e Julio Tigre
Duração: 105 minutos
Classificação: 16 anos
 
Sinopse - Numa comunidade de pescadores pobres à beira de um manguezal, zumbis canibais começam a atacar. Em meio ao caos, o jovem Luiz descobre sua habilidade com o machado, arma usada para matar as criaturas. Além de lutar pela própria vida, ele tenta proteger Raquel, por quem nutre um amor platônico.

 
Dias 20 e 23/04

17h
A Noite do Chupacabras (Brasil, 2011)
Direção: Rodrigo Aragão
Roteiro: Rodrigo Aragão
Produção: Hermann Pidner
Elenco: Mayra Alarcón, Ricardo Araújo, Petter Baiestorf, Joel Caetano, Jorgemar de Oliveira, Kika de Oliveira, Walderrama Dos Santos, Margareth Galvão, Eduardo Moraes e Markus Konká
Duração: 106 minutos
Classificação: 16 anos

Sinopse: Um jovem casal retorna para a sua terra de origem, no interior do Espírito Santo, numa jornada por entre florestas e montanhas repletas de mistérios, lendas e belezas naturais. Douglas reencontra os parentes transtornados pela morte misteriosa de todos os animais da fazenda e os velhos conflitos que desde o passado atormentam duas famílias rivais. Os irmãos Silva estão cada vez mais certos da vingança planejada pelos Carvalho, porém, o pai sabe que algo muito mais sinistro se esconde na mata. As famílias em guerra, se deparam com um mal maior do que eles podem mensurar. Entre brigas, perseguições, caçadas e muitos tiros, a mítica figura do Chupa Cabras apresenta pela primeira vez sua face assassina.


21 e 24/04

17h
Mar Negro (Brasil, 2013)
Direção: Rodrigo Aragão
Roteiro: Rodrigo Aragão
Produção: Hermann Pidner
Elenco: Mayra Alarcón, Carol Aragão, Kika de Oliveira, Walderrama Dos Santos, Tiago Ferri, Gurcius Gewdner, Cristian Verardi, Mariana Zani
Duração: 105 minutos
Classificação: 16 anos
 
Sinopse: Após se depararem com uma estranha criatura marítima, dois incautos pescadores levam sem saber a morte e a destruição para uma pequena vila à beira mar. Zumbis, demônios, e criaturas mutantes orquestram um dantesco banho de sangue e vísceras.

 
22 e 25/04

17h
As Fábulas Negras (Brasil, 2014)
Direção: Peter Baiestoff. Joel Caetano, Rodrigo Aragão e José Mojica Marins.
Roteiro: Rodrigo Aragão, Petter Baiestorf, Joel Caetano, José Mojica Marins.
Produção: Mayra Alarcón, Kika Oliveira, Rodrigo Aragão, Hermann Pidner, Cesar Coffin Souza
Elenco: Arthur Amaral, Arthur Marcel, Diego Fernandes, Hugo Fraga, , Alexander Buck, Alzir Gabriel Vaillant, Dan Caliban, Elias Aquino, Fernando Paschoal, Foca Magalhães, Fonzo Squizzo, Mayra Alarcon, Joel Caetano, Antônio Lâmego, Cesar Coffin Souza, Ana Carolina Braga, Carol Aragão, Margareth Galvão, José Mojica Marins, Kika Oliveira e Walderrama Dos Santos
Duração: 104 minutos
Classificação: 16 anos

Sinopse: Quatro garotos brincam de super-heróis no meio do mato. Em um intervalo nas brincadeiras, eles passam a contar histórias repletas de suspense e terror, supostamente verídicas, envolvendo lendas urbanas e mitos do folclore brasileiro.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.