Notícias

05/01/2018 10:00

“Alápini, A Herança Ancestral do Mestre Didi Asipá” estreia dia 11 na Walter

alapin
Documentário resgata o legado desse grande brasileiro, cujas influências se fazem sentir na formação nacional (Foto divulgação)

“Alápini, A Herança Ancestral de Mestre Didi Asipá” é atração no período de 11 a 17 de janeiro, com sessões gratuitas sempre às 17h (com exceção do dia 13/01, em que a sessão começa mais tarde, 18h30). Vencedora do edital “Agosto da Igualdade 2017” da Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi/BA), a obra, realizada por Emilio Le Roux, Hans Herold e Silvana Moura, resgata a trajetória do sacerdote através das memórias e relatos dos membros do terreiro Asipá e de sua família, pessoas que conviveram bem de perto com ele. Como artista plástico, Mestre Didi difundiu costumes, línguas, estéticas, literatura e mitologia dos povos africanos, principalmente a sua religião, aprofundando o conhecimento sobre as influências dessa cultura na formação nacional brasileira.

Talentos múltiplos
Para Silvana  Moura, uma das realizadoras do doc,  Mestre Didi é nome incontornável da cultura brasileira.  "Um sábio, conhecedor profundo do culto aos egungus, do candomblé. Tentamos mostrar esses talentos múltiplos do Mestre: sacerdote, artista, escritor, dramaturgo, educador... É um dos grandes brasileiros do século XX, precisa ser conhecido nesse País. Sua vida é um exemplo! Ele viveu para preservar a herança dos seus ancestrais, logo temos que preservar o legado desse ser incrível”,  complementa Silvana.

Confira a programação
De 11 a 17 de janeiro de 2018
Entrada franca
17h (com exceção do dia 13/01, em que a sessão começa mais tarde, 18h30)

Alápini, A Herança Ancestral de Mestre Didi Asipá (BRA, 2017)
Direção: Emilio Le Roux, Hans Herold e Silvana Moura
Documentário
Duração: 50 minutos
Classificação: Livre
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.